sexta-feira, 27 de maio de 2016

Os vazamentos de informações sobre o DCRebirth não tem importância alguma

Por:Hds


Quando os leitores da DC vão perceber que esses eventos são ruins e não trazem nada de útil para os personagens?

Apenas há cinco dias do lançamento do título escrito por Geof Johns,DC Universe Rebirth,vazaram diversas informações sobre mudanças e personagens da saga.Tudo se deu antes do dia 25 de maio,onde páginas surgiram revelando boa parte do que os roteiristas pretendem com a volta do universo "tradicional" da editora.

O número 1 de Rebirth terá roteiros de Geof Johns e desenhos de Phil Gimenez,Ethan Van Schiver,Ivan Reis e Gary Frank.Como de costume tanto nos EUA como no resto mundo os leitores fizeram um escândalo desnecessário que somente ajudou a reverberar a notícia por toda a internet.É claro que isso só serviu para gerar falatório e reações previsíveis oscilando entre piadinhas e revolta.

Durante a WonderCon (que aconteceu em março nos dias 25 a 27) editores,escritores e desenhistas participaram de uma mesa para antecipar que o evento traria diversas mudanças como:a existência de mais de um Superman,duas Lois Lanes (!?),o tal Superman chinês (!!!!!?),mais de trinta revistas publicadas (sendo algumas delas novas),novos autores vindos de outras mídias como séries de tv,o roteirista Gene Yang (de ascendência chinesa,afinal,isso é "diversidade"...) e até mesmo um ex-agente da cia especializado em combate ao terrorismo!(eu não estou brincando) O escritor Tom King.Além disso teremos três Coringas convivendo na mesma realidade!Ai,Ai!O que pensar dessa marmelada?

Além de tudo isso e as demais notas que ainda serão divulgadas temos o fato dentro desta saga que caiu como napalm na rede mundial: o Dr. Manhattan está por trás dos acontecimentos multi-universais da DC desde os novos 52!Existe alguma chance disso tudo ficar nais bizarro?

Todos sabemos que DC e a Marvel assumiram a política de produção de sagas em linha de montagem.Sendo assim não é novidade nenhuma que a mais nova saga da editora pertencente à Warner se apresente como bombástica.

Analisando alguns dos pontos dessa profusão de detalhes anunciados,podemos observar que realmente não temos motivos para exaltação.A despeito de todo o hype criado em torno do vazamento.Vamos aos fatos:

Os Novos 52

Quando os Novos 52 foram lançados em 2011 sabíamos que ele acabaria sendo revertido.Mesmo com os editores dizendo o contrário.Não faço o tipo "viúva de cronologia" que costuma reclamar e lamentar pela perda de eventos anteriores,mas jogar no lixo 70 anos de história com esses personagens já soava imbecil naquela época.Hoje vemos que tudo aquilo foi previsivelmente revertido.Mas não antes de botar pra rodar outras sub-sagas inúteis que culminaram no desastroso Multiverso DC (o sonho molhado do escritor/nerd ocultista Grant Morrison) que desfez tudo que havia sido escrito na editora nos últimos trinta anos e ao mesmo tempo manteve tudo como uma forma de fan-service para os fiéis leitores velhos e rabugentos .

Greg Rucka foi um dos vários artistas que deixou a DC insatisfeito,mas agora voltou.

A fórmula do sucesso da DC

Outro vício que vem com as atuais sagas das duas grandes editoras é aquele da tal "diversidade" retratada nos heróis.Vários personagens virando gays,negros,asiáticos,latino-americanos e qualquer outra categoria que não tenha nada a ver previamente com a figura em questão.Como alguém pode usar um recurso batido como esse e se considerar um bom escritor?É assim que funciona?Pegue um branco e o faça negro e você já se torna o novo gênio dos quadrinhos? Esta é a maldita orientação editorial no estilo "atire para todos os lados".A Warner estava arrancando os cabelos de inveja vendo a Marvel/Disney enchendo os cofres com seus heróis no cinema e por volta do mesmo ano dos novos 52 (coincidência?Claro que não) fez uma reforma em seus escritórios.Colocou a pavorosa Diane Nelson como presidente da DC Entertainment.Chutou a bunda de escritores,desenhistas e profissionais desagradando boa parte do seu quadro de funcionários com uma política draconiana.Mas é claro que provocar mudanças mal-planejadas,esculachar as origens e histórias,lançar revistas com um trabalho de continuidade porco,descaracterizar personagens e tratar os profissionais dos estúdios como capachos vai fazer maravilhas pelas vendas,não é?

Vamos mudar tudo,mas nada vai mudar...

Depois de Crise nas Infinitas Terras,a DC enfiou na cabeça que deveria se tornar a "editora das das sagas "multiverso-temporais".Primeiro tivemos a medonha Zero Hora.Já no início dos anos 90 a editora estava perdendo terreno tanto para a Marvel como para a novata Image Comics e começou a apelar para mortes e aleijamentos na intensão de vender mais revistas.Da década passada pra cá,a frequência de histórias que "mudariam tudo" só aumentou.Roteiros cheios de buracos feitos para gerar impacto barato,alterações nos personagens de fazer chorar de tão estúpidas e forçadas.A sempre clichê presença do Flash como catalizador dos distúrbios espaço-temporais (aparentemente as leis do universo gostam de envolver justamente o Flash em todas elas).E não esqueçamos dos vilões de quinta categoria criados de última hora para posar de fodões ameaçando toda a existência.

Extemporâneo,Parallax,Monarca ou Telos.Pode escolher,são todos igualmente podres!

"Agradar" para destruir

A DC controla com arrogância suas marcas registradas impedindo os escritores de trabalhar tramas bem elaboradas.Movidas pelo desespero em fazer com que elas rendam milhões acabam se lixando para o conteúdo das histórias.E isso só tende  a piorar,pois a Warner está numa competição com a Disney pra ver quem esgota mais suas franquias.No ano em que 52 foi iniciada os fãs mais velhos torceram o nariz,muitos usando de sua experiência para supor que logo a editora traria o universo normal de volta.E eles não estavam errados.Eles estão errados mesmo é em pensar que quando ele voltasse seria um alívio!Pois quem garante que a editora não vai repetir toda essa palhaçada de novo?Recursos de tempo e dimensões nas hq's são uma praga miserável!Todo tipo de ideia mais boçal e caça-níquel pode ser usada quando se envereda por esse caminho.O fim de universos,mortes,ressurreições e qualquer outra patacoada mal-explicada são facilmente validadas nesse esquema.Enquanto isso vemos gente como Dan Didio declamando seu amor pelos leitores antigos da DC,jurando que essas histórias foram feitas "pensando neles".

Se você fosse um super-herói,a última coisa que iria querer era um flash no mesmo universo que o seu!Esses caras estão sempre metidos em desastres cósmicos!
Os leitores que se irritam com uma mudança besta no uniforme do seu herói preferido são os mesmos que acham aceitável vê-los sendo virados do avesso por escritores e editores débeis mentais.No meio de todo esse carnaval estapafúrdio você ainda acredita que faz alguma diferença a repercussão dos eventos de Rebirth?Não bastasse o fato de sabermos que a saga não vai resolver nada,ainda temos uma torrente de revelações de dar embrulho no estômago.Teremos a volta do Flash Wally West.Os leitores choraram por décadas a perda de Barry Allen e quando ele voltou todo mundo meteu o pau.E agora é a vez do Wally.

Pra piorar temos a manobra mais patética já vista em anos: o uso totalmente forçado do Dr. Manhattan como o pivô da recriação desse novo universo.Naõ é novidade nenhuma que a ordem na DC é regurgitar ideias velhas de Alan Moore,mas ela já fez isso de forma menos descarada no passado.

Agora sabemos por onde andava o Dr. Manhattan,ele planejava voltar e usar seus poderes para zonear ainda mais a cronologia do Universo DC
Já sabemos o que as grandes editoras querem.Já sabemos do que elas são capazes para adular os leitores.E principalmente,já sabemos aonde isso tudo vai levar.Então,você ainda acha relevantes as notícias que vazaram sobre DCRebirth?












Nenhum comentário:

Postar um comentário