segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Halo Jones pela Mythos e Zetman pela JBC.

Por:Hds.




A Balada de Halo Jones:Roteiro de Alan Moore e desenhos de Ian Gibson,Formato 18,7x25,9,208 páginas,capa dura e preço de R$69,90.

A editoara Pandora Books lançou este título em fevereiro de 2003,e agora a Mythos resolveu trazê-la de volta em 2015.A primeira encadernação também continha todas as edições da saga da heroína do século 50,só que custava caro para o padrão capa cartão em preto e branco.

A nova edição vem com todos os requintes ovacionados pelos leitores mais velhos e fãs de Moore e fazem com que você tenha que pagar a bagatela de R$69,90 para poder ler a história finalmente colorida.Como é de prática das editoras brasileiras,a casa de Tex e Juiz Dredd(conhecida por enfiar a faca no leitor quando o assunto é preço de capa)recobre uma revista da década de 80 com requintes e pompas irrelevantes para um quadrinho antigo.

A hisória deve ter atrativos sequer de uma boa aventura(o que sempre é bem vindo),mas sendo lançada dessa forma torna sua aquisição desvantajosa.A mythos deveria ter cogitado a possibilidade dessa série já ter perdido metade do impacto que teve quando foi posta em bancas à doze anos atrás.


Zetman:Masakazu Katsura nos roteiros e desenhos.248 páginas.formato 12x16cm.preço de R$17,50.
Eu não tive sequer um contato prévio com Zetman.Seja através de notícias,pelo hype(que sinceramente eu não sei se ela teve)ou vendo o anime.Por isso não tenho uma noção do quanto ele foi esperado.Cheguei a ler algumas páginas do manga e a primeira coisa que me incomodou foi o formato menor em comparação a uma edição comum da JBC.Depois veio o desgosto de notar o papel jornal do miolo e a dúvida do por que diabo as páginas coloridas serem bem melhores(me foge o nome agora,mas ele é bem lustroso e mais espesso que o LWC).

Lembro que vendo o vídeo review do canal Central Hqs(vá conhecer o vlog!eu recomendo!) ouvi o Fernando Bedin dizer que a editora “ariscou” ao lançar o manga nesse padrão,mas na verdade ela fez foi uma grande asneira mesmo.Se você parar pra pensar,vai perceber que a própria JBC tem projetos de lançar revistas bem melhores e mais importantes que Zetman.Um bom exemplo disso é Akira que vem sendo aguardada por uma legião de leitores há uma eternidade.

Então por que a editora escolheu fazer isso?Pra talvez ir acostumando o leitor aos tempos difíceis que estão por vir na situação econômica do país?Ou é bem provável que ela só tenha errado a mão mesmo.É comum ver editoras de manga lançando títulos em papel barato para depois(quando o manga fizer sucesso)lançar em off-set(como foi o caso de Berserk).Por isso não tem justificativa,nem lógica que se sustente.


Zetman pode até ser uma boa série,mas sugiro ao leitor mais experiente que tenha paciência.Pois quadrinhos ainda melhores estão pra chegar,e pode ter certeza que eles vão manter nossas carteiras ocupadas por um bom tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário