segunda-feira, 11 de abril de 2016

Após nove anos, a editora Panini traz de volta O Lobo Solitário


Por:Hds



Durante uma palestra no evento Festival Guia dos Quadrinhos a Panini,através de seu representante
Levi Trindade,soltou uma bomba no mercado de mangás nacional:o Lobo Solitário de Kazuo Koike
e Goseki Kojima será relançada no Brasil.

A volta do aclamado mangá em si não configura nenhuma novidade,já que devido ao seu sucesso e respeito recebido dos leitores,a obra vem sendo cogitada para republicação há muito tempo.Foram
28 volumes produzidos entre 2004 e 2007.Quase dez anos de espera até o seu retorno,que deve se dar no mesmo formato de Vagabond e Berserk,segundo a editora.

Poucas coisas deixam um leitor com a impressão de que fez um total papel de idiota do que perceber
que ele comprou uma série de mangás longa,em papel jornal e acabamento pífio como aconteceu comigo e com outros milhares de leitores no caso do Lobo Solitário.

Olho para minha coleção de 28 volumes completos todos alinhados e sinto um orgulho reconfortante.
Daí lembro dos erros nas lombadas,das histórias replicadas nas falhas de continuidade dos volumes,
das legendas vestigiais vindas da tradução dos capítulos da versão americana(quando é claro que ela deveria ter sido traduzida direto do japonês) e começo a perceber que estou preso a isso de modo irremediável.Não vou recompensar a editora pelas suas derrapadas.

Digo isso por que,obviamente,não vou recomprar todos os volumes do mangá de maneira alguma.
Na época em que a Panini trouxe o Lobo às bancas era impossível conceber que o fizesse no padrão de luxo no qual está planejada para sair agora.Sendo assim tivemos que nos contentar com um qua-
drinho da mais alta importância vendido como qualquer um.

Apesar do retorno dessa obra ser uma evidente boa notícia,não deixa de ser desagradável para quem
é obrigado a olhar para uma coleção amarelada,em livretos mal-acabados constatar que;se a Panini tivesse tido mais cuidado com a primeira série do Lobo feita por ela,os leitores não sentiriam esse sentimento de desgosto.Foram erros primários que comprometeram a experiência de leitura.

Lobo Solitário é um mangá espetacular.poucas vezes li algo tão bom vindo da cultura japonesa.É ótimo te-lo de volta,com toda a qualidade que merece e dentro de um formato que não vai obrigá-lo
a esvaziar a sua carteira.Mas seria justo se a Panini tivesse mais cuidado e respeito pelos leitores e
entregasse um produto sem defeitos desse vez.Se você nunca leu a obra máxima de Koike e Kojima
eu o invejo,aproveite a oportunidade e boa diversão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário