segunda-feira, 8 de dezembro de 2014


Marvel anuncia o retorno dos X-men anos 90

Por:Hds



Lembro de ler uma entrevista curta de Joe Quesada na primeira edição da extinta revista Wizard, na qual ele nega que a principal renda da Marvel vem dos filmes e não mais das hqs. A palavra do ex-editor foi claramente guiada por questões financeiras, pois hoje é fácil perceber como os volumes bilionários dos ingressos determinam os rumos da empresa. Após divulgar uma nova saga de guerras secretas, a editora trará agora um novo título com os mutantes da fase Chris Claremont/Jim Lee recordista de vendas no início da década de 90.

O leitor brasileiro não vai entender porque a Marvel  resolveu recentemente cancelar a revista do
quarteto fantástico, publicar uma nova Guerras Secretas ou a volta dos x-men em formações antigas, aproveitando do atual e rentável saudosismo na indústria. Mas, tudo isso só esta acontecendo justamente por decisões baseadas na briga por direitos entre a Marvel/Disney e o estúdio Fox.

Há um bom tempo existe o boato de que a editora vem excluindo os personagens dos filmes de capas e eventos, numa mal-disfarçada atitude de retaliação ao estúdio que teria dificultado algumas negociações.
Quando noticias assim são publicadas no brasil, a mídia em geral costuma recebê-las de forma entusiasmada. Mas trazer de volta aqueles x-men (assim como a DC trouxe o batman de 66 e a mulher maravilha de 77), mostra que a Marvel não sabe o que faz com seus heróis. Impedir que  artistas trabalhem nas histórias, revisitar sagas e pôr idéias velhas pra funcionar só mostram um descontrole criativo dentro da editora.


Não há espaço para mutantes ou membros do quarteto fantástico no pôster de 75 anos da Marvel.
                                                             
                                                             
                                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário